No terceiro dia da invasão da Ucrânia, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky prometeu que a Rússia havia “frustrado” o plano e pediu a Vladimir Putin que parasse a guerra.

“Mantivemos nossa posição e repelimos com sucesso os ataques inimigos. Os combates continuam em muitas cidades e regiões do país, mas… nosso exército está controlando cidades importantes em Kiev e ao redor da capital”, disse Zelensky em um vídeo postado no Facebook. .

Na quinta-feira, a Rússia lançou uma ofensiva militar na Ucrânia, com forças terrestres e alvos de bombas em várias cidades, que já causou pelo menos 198 mortes, incluindo civis, e mais de 1.100 feridos em território ucraniano, segundo Kiev. A ONU diz que 120.000 pessoas foram deslocadas desde o primeiro dia da guerra.

O Kremlin disse que a “operação militar especial do presidente russo Vladimir Putin na Ucrânia visa militarizar o país vizinho e que esta é a única maneira de o país se defender”.

O ataque foi geralmente condenado pela comunidade internacional e levou a reuniões de emergência de vários governos, incluindo o português, e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), a UE e o Conselho de Segurança da ONU, aprovaram sanções massivas contra a Rússia. .

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.