Vincent Bueno. Imagem do ORF / FACEBOOK

Embora não esteja qualificado para a grande final do Festival Eurovisão da Canção anual, o cantor filipino-austríaco Vincent Bueno acredita que sua missão no Eurovisão está completa.

Em um videoclipe ao vivo em suas contas do Facebook e Instagram de Rotterdam, Holanda, onde o concurso está acontecendo, Bueno disse que ele e sua amiga Sally logo após o show.

“O mais importante é que a missão está completa para mim. Essa era minha missão”, disse Bueno. “Foi uma experiência incrível … Foi absolutamente incrível e agradeço aos filipinos, à cultura austríaca e de Viena. Você cantou para nós, oh cara, eu fiz isso.”

Bueno acrescentou que cantou para sua filha falecida, sua prima Rachel, que está lutando contra o câncer, e para sua família.

“Nossa esperança não reside no sucesso mundial”, disse ele. “Para mim, é importante que vocês saibam que não estou realmente triste. Estou feliz por todas as pessoas que fizeram isso e estou feliz que meu trabalho está completo, no terreno.”

O cantor filipino disse que sua missão era tocar e abrir algo no coração das pessoas e colocar um pouco de esperança e fé.

Referindo-se à sua família, disse: “Vencer é uma coisa, mas os meus troféus estão à minha espera em casa. São os melhores prémios. Estão vivos e bem”. “Tenho muito a agradecer e, em particular, agradeço seu apoio às pessoas que me chamaram e votaram.”

Ele disse que sua esperança não residia em vitórias terrenas, mas que sua esperança estava no Senhor e ele realmente acreditava que a paz vinha dele.

Bueno representou a Áustria com a música “Amen” na competição musical durante a segunda semifinal na quinta-feira (sexta-feira de manhã em Manila). Ele se apresentou como Michael Cinco.

As vinte canções que se qualificaram para a grande final no sábado foram as seguintes:

The Rope – Discotheque (Lituânia)

Manisha – Mulher Russa (Rússia)

Tusse – Voices (Suécia)

Elena Tsagrinho – El Diablo (Chipre)

Tix – Anjo Caído (Noruega)

Hooverphonics – Lugar errado (Bélgica)

Eden Allen – Liberte-me (Israel)

Effendi – Mata Hari (Azerbaijão)

Go_A – cheirar [Noise] (Ucrânia)

Destino – estou quebrando [I’m Out of Here] (Malta)

Sinhitt e Flo Reda – Adrenalina (San Marino)

Stefania – The Last Dance (Grécia)

Lágrimas de Gjon – Todo o Universo [All the Universe] (Suíça)

Natalia Gordenko – Açúcar (Moldávia)

Daði Freyr – 10 anos (Islândia)

Furacão – Loko Loco (Sérvia)

Anxhela Peristeri – Karma (Albânia)

The Black Mamba – Love In My Side (Portugal)

Victoria – Crescendo mais velha (Bulgária)

Blind Channel – Dark Side (Finlândia)

Eles serão acompanhados por obras da França (Barbara Pravi – Voilà), Itália (Måneskin – Zitti e buoni). [Shut up and behave]Espanha (mais Canto – eu vou ficar [I Will Stay]) E o Reino Unido (James Newman – Embers) e os Países Baixos (Django McCroy – O Nascimento de uma Nova Era) são os anfitriões dos Países Baixos.

By Dinis Vicente

"Nerd de TV. Fanático por viagens. Fanático por mídia social aspirante. Defensor do café. Solucionador de problemas."

Leave a Reply

Your email address will not be published.