Althahbiah

Informações sobre Portugal.

Update 1 – Economia portuguesa recuperou do segundo trimestre, e epidemia pesa o ano

(Adiciona detalhes e contexto)

LISBOA (Reuters) – A economia portuguesa cresceu 13,2% no terceiro trimestre, recuperando-se de uma desaceleração recorde de 13,9% em abril e junho, marcada por um bloqueio nacional, embora ainda esteja se contraindo fortemente desde o ano anterior devido à pandemia do coronavírus. Os dados apareceram na sexta-feira.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) disse nas suas rápidas estimativas preliminares que o PIB contraiu 5,8% no trimestre em relação ao ano anterior, depois que a pandemia fez com que o principal setor de turismo do país se ajoelhasse.

No segundo trimestre, a redução ano-a-ano atinge 16,3%.

O governo liderado pelo primeiro-ministro Antonio Costa discutirá possíveis novas restrições em uma reunião de emergência no sábado devido a novas infecções. Ele disse que espera que a economia contraia 8,5% ao longo de todo o ano, a pior desaceleração do país em quase um século.

O Instituto Nacional de Estatística afirmou que a procura interna deu um “contributo muito positivo” para o crescimento numa base trimestral, e a procura externa contribuiu positivamente para o crescimento das exportações.

Em relação ao ano passado, a procura externa continua a afetar a atividade, principalmente devido à redução das exportações de serviços que incluem o turismo.

Na vizinha Espanha, principal parceiro comercial de Portugal, o PIB cresceu 16,7% no terceiro trimestre em relação ao segundo trimestre, mas a economia ainda é 8,7% menor do que há um ano. (Preparado por André Khleb, Edição de David Holmes)

READ  Análise: O dilema da Colômbia - As raízes econômicas das revoltas