Uma bola de fogo viajando a 90.000 quilômetros por hora foi vista no céu em 19 de janeiro, a leste da Península Ibérica.

Isso é de acordo com informações divulgadas pelos responsáveis ​​pelo projeto inteligente, do Instituto Andaluz de Astronomia (IAA-CSIC).
O investigador principal do projeto, José Maria Madio, confirmou o evento às 07:11 [06:11 in Lisbon] Esta quarta-feira.

Observatórios em Sevilha e La Sagra e Sierra Nevada (Granada), Calar Alto (Almería) e La Hita (Toledo) detectaram a bola de fogo, informou a Agência de Notícias EFE.

A rocha vinda do espaço, ao colidir com a atmosfera em velocidade vertiginosa, tornou-se brilhante, formando uma bola de fogo, que começou a uma altitude de cerca de 93 quilômetros acima da província de Quenca.

A partir deste ponto, avançou para o leste e foi destruído cerca de 51 quilômetros acima da cidade de Selva, na província de Valência.

Os detectores do programa SMART operam no âmbito da Southwestern European Meteorological and Earth Surveillance Network (SWEMN), que visa monitorar continuamente o céu para registrar e estudar o impacto das rochas na atmosfera da Terra a partir de vários objetos do sistema solar. .

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.