Um asteroide “potencialmente perigoso”, com o dobro do tamanho do Empire State Building, passou perto da Terra na terça-feira, disseram cientistas.

De acordo com a NASA, o asteroide maciço, que se estima ter um quilômetro de largura, voou perto da Terra por volta das 16h51 EST (21h51 GMT).

A rocha, chamada 7482 (1994 PC1), estava passando a 1,2 milhão de milhas do nosso planeta, movendo-se a 47.344 milhas por hora, diz o Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra da NASA, que rastreia objetos que podem colidir com o planeta.

Especialistas descobriram o asteroide pela primeira vez em 1994 e, embora não atinja a Terra, está o mais próximo possível nos próximos 200 anos, prevê a NASA.

“Tenha certeza, o PC1 de 1994 voará com segurança em nosso planeta a 1,2 milhão de milhas de distância”, escreveu a NASA no Twitter.

O maior asteroide que já passou pela Terra foi o 3122 Florence (1981 ET3), que passou pelo planeta em 1º de setembro de 2017, e estima-se que tenha entre 2,5 milhas e 5,5 milhas de largura.

Os cientistas dizem que cruzará outro caminho perto da Terra em 2 de setembro de 2057.

Em novembro passado, a NASA lançou a missão Double Asteroid Redirect Test, projetada para testar a ideia de que uma espaçonave poderia empurrar um asteroide potencialmente perigoso e mudar seu curso o suficiente para proteger a Terra.

Em dezembro, a agência divulgou a primeira das primeiras imagens do DART do espaço, que descreveu como um “marco operacional chave para a espaçonave e a equipe do DART”.

A espaçonave DART visa Dimorphos, uma pequena lua que orbita o asteroide próximo da Terra, Didymos, e planeja derrubá-la em setembro.

By

Leave a Reply

Your email address will not be published.