Althahbiah

Informações sobre Portugal.

Trabalhadores do setor petrolífero argentino em greve em meio à crise salarial, Energy News, ET EnergyWorld

O sindicato dos trabalhadores do setor de petróleo da Argentina disse na quarta-feira que fará uma greve de 24 horas em meio a um impasse sobre aumentos salariais com um grupo dos maiores produtores de petróleo do país, incluindo empresas da extensa reserva Vacca Muerta.

Trabalhadores do Sindicato Especial do Petróleo e Gás de 24 mil membros em Rio Negro, Neukin e La Pampa exigem um aumento adicional de 30% em seus salários para 2020, acima dos 15% já acordados em outubro, para acompanhar a inflação galopante que varre país.

“Não houve oferta na mesa de negociações”, disse o líder sindical Guillermo Pereira em um comunicado. “Após cinco reuniões malsucedidas, iniciamos o encerramento total das atividades.”

A medida é mais um golpe para as operações de Vaca Muerta, que viu a produção e outras atividades paralisadas devido a protestos de trabalhadores da saúde que bloquearam estradas para reivindicar melhores salários.

A Argentina precisa aumentar a produção em Vaca Muerta, uma das maiores reservas de óleo de xisto do mundo, a fim de reduzir suas importações de energia enquanto o governo busca exportar dólares para proteger as reservas do banco central.

Um protesto de trabalhadores de saúde na região da Patagônia já começou a ameaçar o fornecimento de combustível para a maior parte do país.

A estatal argentina YPF está entre as principais empresas que atuam na região. YPF não quis comentar sobre os protestos.

READ  "Sandeep aur Pinky Faraar": thriller em fuga