A conta oficial do Twitter para a revista Weekly Shonen Jump da Shueisha anunciou no Twitter na segunda-feira que o mangá da era do ato do escritor Tatsuya Matsuki e do artista Shiro Usazaki foi cancelado. O capítulo que estará nas 36ª e 37ª edições combinadas da revista, que serão lançadas na terça-feira, será o capítulo final.

O serviço MANGA Plus da Shueisha anunciou no sábado que não publicará o capítulo final em sua plataforma. O serviço também forneceu uma declaração completa em inglês, que é uma tradução da declaração em japonês do Departamento Editorial da Shonen Jump:

Matsuki Tatsuya, o escritor da época do ato, foi preso em 8 de agosto de 2020.
O departamento editorial leva esta situação muito a sério, e depois de confirmar o assunto e discutir com Shiro Usazaki Sensei, o artista da série, chegamos à conclusão de que é impossível continuar com sua serialização. O capítulo da edição 36/37 combinada do Weekly Shonen Jump será o capítulo final.

É extremamente lamentável ter que encerrar uma série que recebeu tanto apoio de tantos leitores dessa forma. No entanto, essa decisão foi tomada devido à natureza do incidente e porque a Weekly Shonen Jump reconhece o peso de sua responsabilidade social.

Oferecemos nossos mais profundos pesares e desculpas aos nossos leitores. Este é um momento difícil para Usazaki Sensei, mas o departamento editorial oferece a Usazaki Sensei nosso apoio e incentivo para trabalhos futuros.

Informações sobre volumes de histórias em quadrinhos e publicações e eventos relacionados serão anunciados assim que forem decididos.

A NHK informou no sábado que Matsuki foi preso sob suspeita de cometer um ato indecente com um estudante do ensino fundamental. Segundo a polícia, a menina caminhava pelo bairro de Nakano, em Tóquio, no dia 18 de junho às 20h, quando o suspeito se aproximou da menina por trás enquanto andava de bicicleta e a tocou de forma inadequada. Posteriormente, o suspeito fugiu do local na bicicleta. A menina foi à polícia, que analisou as imagens das câmeras de segurança para investigar. A polícia descobriu, por meio de imagens de segurança, que cerca de uma hora depois, um incidente semelhante ocorreu em uma estrada próxima com um aluno do ensino fundamental diferente, envolvendo um suspeito que se parecia com Matsuki.

Matsuki teria dito à polícia “geralmente não há nada de errado” em suas acusações.

Matsuki e Usazaki lançaram o mangá Age of Act na Weekly Shonen Jump em janeiro de 2018.

A Viz Media publicou os três primeiros capítulos em inglês simultaneamente com o lançamento em japonês, e então começou a publicar o mangá digitalmente regularmente em dezembro de 2018. O site MANGA Plus da Shueisha também publica o mangá em inglês digitalmente.

O mangá foi nomeado para o 43º Prêmio Anual de Mangá da Kodansha no ano passado e está inspirando uma peça que estreará em 2022.

Atualização: declaração completa adicionada em inglês e notícias do MANGA Plus.