No fim de semana passado, na Série A, o AC Milan anunciou ao mundo que ainda está muito na corrida pelo título. A líder da Serie A, a Inter de Milão, perdeu a oportunidade de pôr fim aos sonhos dos rossoneri pelo Scudetto quando, em um emocionante Derby della Madonnina, a equipe de Stefano Pioli saiu com uma vitória marcante. Em outros lugares, a Juventus venceu graças à nova dupla da equipe, Dusan Vlahovic e Denis Zakaria. Foi um resultado que aumentou muito suas chances de retornar à Liga dos Campeões para a próxima temporada. Enquanto isso, a Atalanta perdeu em casa contra o Cagliari. E agora, no ranking.

1 – Inter de Milão (-)

A derrota da Inter de Milão muda totalmente os contornos da segunda temporada da Série A. Simone Inzaghi esperava acabar com a corrida pelo título, tornando o Inter o favorito proibitivo para conquistar o segundo Scudetto consecutivo. Agora a situação é totalmente diferente, e mesmo que a Inter de Milão continue sendo a favorita, sua vantagem de um ponto é enganosa, já que eles também têm um jogo a menos em comparação com Napoli e AC Milan, que estão um ponto atrás. A partida de sábado contra o Napoli parece grande agora, pois nos dirá se a última partida foi apenas um pequeno contratempo no caminho para o título ou se foi o início de uma crise mais profunda para este time.

2 – Milan (-)

O AC Milan é agora o time em melhor forma do ponto de vista psicológico depois de sua incrível vitória de virada contra a Inter de Milão. O bis rápido de Olivier Giroud mudou toda a situação do campeonato em menos de três minutos. Foi um jogo emocionante, onde o Inter foi realmente o melhor time por mais de setenta minutos, mas depois a virada do AC Milan mudou não apenas o placar, mas também as estatísticas subjacentes. No apito final foi, graças a Giroud, o AC Milan que teve a maior contagem de gols esperados (xG), 1,05 a 1,02, demonstrando que, mesmo que tenham tido a sorte de levar os três pontos, o AC Milan certamente não merecia perder . Agora será importante manter o ritmo nos próximos jogos, uma corrida relativamente fácil contra Lazio, Sampdoria e Salernitana e manter a pressão.

3 – Nápoles (-)

A grande novidade para Luciano Spalletti é que Victor Osimhen está de volta e nos gols, marcando pela primeira vez após uma lesão que o manteve afastado por três meses. Silenciosamente, o Napoli está agora em segundo lugar no campeonato, empatado com o AC Milan e no sábado terá a chance de chegar ao topo quando jogar contra a Inter de Milão no Stadio Maradona. É um jogo enorme.

4 – Juventus (+1)

A Juventus está pela primeira vez nesta quarta temporada na liga, o que significa que atualmente se qualifica para a Liga dos Campeões da próxima temporada. As novas contratações Dusan Vlahovic e Denis Zakaria marcaram em suas estreias contra o Hellas Verona e trouxeram ao time a energia que faltou na primeira metade da temporada. Os bianconeri mostraram melhora no ataque com Álvaro Morata e Paulo Dybala jogando ao lado de Vlahovic. Agora será crucial manter o mesmo impacto nas próximas semanas.

5 – Atalanta BC (-1)

A Atalanta perdeu para o Cagliari em casa, mas ainda pior do que apenas um resultado ruim, o desempenho subjacente da Atalanta foi muito ruim. Apesar de ter mais de 60% de posse de bola, seus dez chutes valeram apenas 0,63 xG, enquanto Cagliari ganhou 1,51 xG em apenas 7 chutes. A lesão de Duvan Zapata também é uma má notícia e é provável que ele perca o resto da temporada. A Atalanta agora precisa vir de trás para conseguir uma vaga na Liga dos Campeões, um trabalho ainda mais difícil pelo novo visual da Juventus, sendo o time que os ultrapassou na tabela.

6 – Lácio (+1)

A equipe de Maurizio Sarri venceu um jogo importante fora da Fiorentina, fazendo uma declaração contra um rival por uma posição na Liga Europa. A Lazio finalmente parecia jogar um Sarri-ball tradicional, de uma maneira que não era evidente na primeira parte da temporada. Sergej Milinkovic-Savic marcou novamente, continuando uma temporada tem sido dominante, apesar dos altos e baixos de seus companheiros de equipe. Ele agora tem oito gols e oito assistências, bons para o segundo e primeiro do time, respectivamente.

7 – Roma (+1)

O empate da AS Roma com o Génova não deve ser muito preocupante para os adeptos, dada a forma como aconteceu. A equipe de José Mourinho parecia ter vencido graças a um incrível gol no último minuto de Nicolò Zaniolo que foi anulado (com algumas dúvidas) pelo VAR. O técnico português ficou furioso com o apito final, assim como Zaniolo, que foi expulso e ficará de fora do próximo jogo da Série A contra o Sassuolo. A suspensão significa que a Roma está novamente enfrentando o mesmo problema, uma falta de continuidade tanto em pessoal quanto em resultados e é nisso que Mourinho tem que trabalhar.

8 – Fiorentina (-2)

A derrota da Fiorentina contra a Lazio em casa é um mau sinal. A despedida do avançado sérvio Dusan Vlahović provavelmente deixou uma marca neste clube e diminuiu as ambições desta temporada para a equipa, mas Vincenzo Italiano tem tudo o que precisa para reviver a sua equipa o mais rapidamente possível e voltar aos trilhos.

9 – Turim (-)

O cartão vermelho de Rolando Mandragora na prorrogação foi um dos eventos mais caros da temporada. Algo estalou na equipe de Ivan Juric e eles sofreram dois gols duas Udinese logo após a expulsão. Esta derrota não deve preocupar muito a equipe, a equipe ainda está sentada confortavelmente no meio da tabela, mas esses são os tipos de momentos que este time mentalmente difícil evitou este ano.

10 – Hellas Verona (-)

Seria preciso um milagre para a equipe de Igor Tudor derrotar a Juventus. A atmosfera em torno dos bianconeri era simplesmente muito positiva e como se isso não bastasse, o Hellas Verona teve que lidar com a ausência do atacante argentino Giovanni Simeone, o artilheiro do clube nesta temporada. Esta derrota, no entanto, absolutamente não muda o que tem sido uma temporada incrível até agora.

11 – Bolonha (+1)

O Bologna agora está flutuando na área do meio da tabela, e mesmo um empate pouco inspirador contra o Empoli sugere que eles parecem ter se recuperado depois de sofrer seis derrotas em sete partidas. Sinisa Mihajlovic agora precisa aproveitar o resultado e colocar essa equipe na direção certa novamente ao longo do resto da temporada.

12 – Sassuolo (-1)

O Sassuolo perdeu feio para a Sampdoria fora de casa, na primeira partida vencida por Marco Giampaolo em seu retorno à linha lateral. Comparado com as temporadas passadas, o time de Dionisi este ano é um pouco mais inconsistente em termos de resultados, mas eles continuam a tradição de jogar um bom futebol como fizeram antes com Roberto De Zerbi, mesmo que a abordagem agradável nem sempre leve a pontos.

13 – Udinese (+1)

Foi uma grande vitória para a equipe de Gabrielle Cioffi contra o Torino. Dois gols na prorrogação levaram a equipe a um resultado importante que a coloca acima da zona de perigo da tabela onde as equipes lutam para evitar o rebaixamento. A Udinese agora pode respirar um pouco nas próximas semanas depois de reforçar sua defesa na janela de transferências de janeiro.

14 – Empoli (-1)

Um empate sem gols representa um ponto importante para a equipe de Aurelio Andreazzoli e eles estão fartos de que não parecem estar envolvidos na briga pelo rebaixamento. Ao mesmo tempo, será importante manter seu desempenho nos próximos meses para evitar surpresas desagradáveis.

15 – Sampdória (-)

A Sampdoria foi provavelmente uma das melhores equipas da semana, vencendo em casa o Sassuolo por 4-0. A nova contratação Stefano Sensi foi a estrela do jogo onde marcou na sua estreia com o seu novo clube (está emprestado pelo Inter de Milão até ao final da temporada). Uma bela primeira vitória para Marco Giampaolo e um vislumbre de esperança de que talvez esta equipe possa terminar forte.

16 – Cagliari (+1)

Uma incrível vitória fora de casa contra a Atalanta colocou o time de Walter Mazzari acima da zona de rebaixamento pela primeira vez desde que ele assumiu o comando. Um desempenho impressionante considerando a suspensão de João Pedro e a lesão de última hora do outro atacante do elenco, Leonardo Pavoletti. O Cagliari jogou com Gaston Pereiro como número nove, mas conseguiu vencer um dos melhores times do campeonato. O zagueiro Matteo Lovato voltou a ser um dos melhores jogadores da equipe, vencendo o confronto individual contra Luis Muriel e Duvan Zapata.

17 – Spezia (-1)

Um belo empate para o Spezia, para não perder pontos contra o Salernitana, um de seus rivais na batalha contra o rebaixamento. A equipe de Thiago Motta tem sido uma das equipes mais interessantes nesta primeira parte do ano, mas ainda terá que lutar até o final para sobreviver.

18 – Gênova (+1)

O Genoa empatou com a Roma e conquistou um ponto chave na luta contra o rebaixamento. No entanto, o trabalho do treinador Alexander Blessin ainda está em seus estágios iniciais, mas as novas contratações da equipe são promissoras e a sobrevivência ainda é uma possibilidade.

19 – Veneza (-1)

Um momento complicado para a equipe do técnico Paolo Zanetti, já que o time está de volta à zona de rebaixamento depois de perder para o Napoli neste fim de semana e enfrenta um mês crucial jogando contra Torino, Gênova e Hellas Verona. Este mês nos dirá muito sobre suas chances de permanecer na liga na próxima temporada.

20 – Salernitana (-)

Apesar das novas contratações e da incrível atuação de Simone Verdi, que conseguiu bisar com duas cobranças de falta, Salernitana empatou com o Spezia e segue na parte inferior da tabela. Há alguns bons sinais, mas as chances de evitar o rebaixamento ainda são muito pequenas.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.