e

XPERTS no Louvre se recusou a mostrar o Salvator Mundi de US $ 450 milhões como um verdadeiro Leonardo da Vinci depois de dizer a seus proprietários sauditas que sua “autenticidade” está em dúvida, de acordo com um novo filme.

Em uma entrevista para um novo documentário, O Redentor à Venda, um alto funcionário do governo do presidente francês Emmanuel Macron disse que um trabalho secreto realizado no Louvre revelou que Leonardo “apenas contribuiu” para o filme.

A imagem foi trazida para Paris após discussões de alto nível entre os dois governos, com a expectativa de que a exposição estelar da galeria de Leonardo estivesse na galeria, mas foi descartada no último minuto.

O funcionário anônimo foi citado como tendo dito aos cineastas: “A pintura foi exposta a várias máquinas e radiografadas em todos os lugares. Vincent Delevingne [the chief curator in the department of paintings at the Louvre] Ela reuniu todo tipo de especialistas internacionais e, ao final do processo, o veredicto foi revelado: a evidência científica era de que Leonardo da Vinci deu uma contribuição apenas para a pintura. Não havia dúvida. E assim, informamos os sauditas. ”

O filme diz que o museu resistiu à pressão de autoridades sauditas e de alguns membros do governo francês para exibi-lo até que o presidente Macron finalmente endossou a decisão dos especialistas do Louvre.

A origem da imagem, que mostra Jesus com uma mão levantada e a outra segurando uma esfera de vidro, há muito é controversa.

Acredita-se que tenha feito parte da coleção do rei Carlos I no século 17, antes de ser perdida e redescoberta novamente.

Em 1958, foi vendido em um leilão em Londres por £ 45 porque na época era considerado o trabalho de um seguidor de Leonardo e não pelo próprio homem, mas foi posteriormente atribuído a ele quando foi exibido em uma das Grandes Galerias Nacionais . Exposição da Galeria 2011.

By Dinis Vicente

"Nerd de TV. Fanático por viagens. Fanático por mídia social aspirante. Defensor do café. Solucionador de problemas."

Leave a Reply

Your email address will not be published.