Seguindo os passos da estátua de chocolate de Cristiano Ronaldo, o chef suíço-português George Cardoso aceitou um novo desafio artístico e criou uma peça em tamanho real do tenista suíço Roger Federer.

Em 2020, a escultura de chocolate de Cristiano Ronaldo, feita com chocolate português, esteve em exposição no carnaval de Over, terra natal do artista, e depois levada para o Museu Cristiano Ronaldo no Funchal, onde ainda se encontra.

A estátua de Roger Federer tem 1,85 metros, a altura do atleta e pesa 100 quilos.

“Através da experiência que ganhei com a criação da minha primeira estátua de Cristiano Ronaldo, percebi algumas coisas que não só me poupam muito chocolate, como também me dão tempo”, explicou Jorge Cardoso.

O Chocolate Master completou 250 horas de trabalho em dois meses intensos.

“Devido a esta experiência de trabalho, demorou um pouco menos do que da primeira vez, mas ainda assim foi um trabalho muito complexo e elaborado”, disse o chocolateiro português, que disse que o seu primeiro emprego foi o mais difícil possível: construção face.

“Assim como aconteceu com a estátua de Ronaldo, o rosto foi a maior dificuldade para mim na criação deste trabalho”, diz o mestre chocolateiro português, que insiste que a beleza e o realismo da escultura podem ser vistos no rosto.

“Neste momento eu já estou pronto para críticas, e elas sempre estarão de qualquer maneira. Mas por um lado, tenho certeza, agora as críticas não me afetarão mais”, admitiu.

Quando perguntado por que ele criou a estátua do tenista suíço, Choclatier explicou que “é hora de criar um jogador suíço”.

“Admiro a história de vida do tenista Roger Federer. Ele tem lutado para chegar ao lugar onde está profissionalmente e esta é a forma que encontrei para homenageá-lo”, disse.

Ronaldo ainda vence

O chocolate, seleccionado por Jorge Cardoso, foi utilizado para criar a primeira estátua em tamanho natural do futebolista português Cristiano Ronaldo para atrair espectadores à Madeira.

“Uma das mulheres que trabalha no Museu CR7 enviou-me recentemente uma mensagem a informar que a estátua no museu foi um verdadeiro sucesso”, explicou o Mestre Chocolate à Agência Lusa, dizendo que as pessoas se inspiram na realidade e a apreciam.

É um chocolate amargo com 65% de cacau da Venezuela. “O chocolate amargo é muito mais forte que o chocolate branco ou ao leite, então minha preferência”, explicou.

“Escolhi fazer a estátua com materiais comestíveis. O spray que usei para conservar o chocolate também era comestível, assim como os corantes alimentícios com os quais trabalhava”, destacou.

A estátua de chocolate do tenista suíço estará em exibição a partir de sábado na Master Chocolate Shop, em Freiburg.

“A estátua estará exposta na minha loja em Freiburg neste sábado para que as pessoas possam vê-la e tirar fotos”, disse o colono.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.