Jogar a final da Liga dos Campeões no estádio de Wembley em vez de Istambul provou ser um problema.

Em alternativa, jogadores e adeptos do Chelsea e do Manchester City podem ir para Portugal.

As esperanças da UEFA de disputar o jogo de clubes em Istambul pela segunda época consecutiva esmaeceram e, desta vez, a Turquia foi incluída na “Lista Vermelha” em Inglaterra para países onde o Coronavirus se espalhou gravemente.

A decisão do governo britânico, que impossibilitou os torcedores de viajar da Inglaterra para a Turquia, veio na sexta-feira, dois dias após o término da semifinal.

Mas o governo conversou imediatamente com a UEFA sobre a possibilidade de transferir a final de 29 de maio para Wembley.

Pessoas familiarizadas com as conversas disseram à Associated Press que as discussões entre a UEFA e o governo não chegaram a uma decisão na segunda-feira, com o organizador da competição querendo isenções para permitir que a mídia, patrocinadores e convidados viajem sem quarentena. Eles falaram sob condição de anonimato, pois não estavam autorizados a discutir as conversas.

A UEFA deu ao governo britânico até terça-feira para decidir se as autoridades podem introduzir todas as isenções de viagens exigidas.

Caso contrário, a UEFA consideraria levar a final a Portugal tal como na época passada.

Enquanto o estádio do Benfica em Lisboa foi palco da vitória do Bayern de Munique sobre o Paris Saint-Germain, o Porto é uma das opções de reserva para a final desta temporada no Estádio do Dragão, com 50 mil lugares.

Portugal está na “lista verde” de 12 áreas de baixo risco da Inglaterra, onde as pessoas não são obrigadas a entrar em quarentena quando retornam na próxima segunda-feira, facilitando a viagem de milhares de torcedores do City e do Chelsea.

Portugal terá de levantar a atual proibição de turistas da Grã-Bretanha.

A Suíça, onde está localizada a sede da UEFA, está entre a lista de países de onde as pessoas que chegam à Inglaterra devem ficar em quarentena por 10 dias, embora individualmente e não pelo isolamento obrigatório do hotel aplicável a chegadas de países da Lista Vermelha.

Mas a UEFA já garantiu dispensa de quarentena para dirigentes e meios de comunicação para o Campeonato Europeu na Inglaterra, com oito jogos em Wembley, incluindo a final de 11 de julho.

By Dinis Vicente

"Nerd de TV. Fanático por viagens. Fanático por mídia social aspirante. Defensor do café. Solucionador de problemas."

Leave a Reply

Your email address will not be published.