Althahbiah

Informações sobre Portugal.

Palácio de Estoi – Foro, Portugal

Esta era a antiga casa de luxo Esta é uma história fragmentada antes de ser transformada em um hotel de luxo.

A construção da casa começou na década de 1840. No entanto, o trabalho cessou quando o proprietário morreu e o sistema ficou incompleto por muitos anos. Isso até que o empresário local José Francisco da Silva financiou um projeto com sua sorte para concluir o design incrível.

O resultado foi um exemplo perfeito da arquitetura portuguesa de estilo romântico, com sua excelente fachada rococó rosa e jardins em estilo Versalhes. No interior, o palácio apresenta uma decoração em estilo rococó com pinturas, entalhes elaborados, painéis de madeira, tetos de estuque ornamentados e móveis dourados. Os jardins estão dispostos em três níveis, todos ligados por grandes escadas decoradas com azulejos azuis vibrantes com grutas escondidas por baixo. A construção do palácio foi concluída em 1909.

O Grande Palácio, com os seus luxuosos detalhes neoclássicos e as obras de Silva, foi notado pelo Rei D. Carlos I, que ficou tão impressionado que nomeou Silva ao título de Visconde de Estoi.

Após a morte de Silva em 1926, o palácio passou entre vários familiares e novos proprietários. Em 1977, o palácio e seus jardins, fontes e estátuas foram classificados como propriedade pública. Na década de 1980, o jardim ficou em mau estado e acabou sendo assumido pelo Município de Faraó.

A restauração do palácio e do terreno foi financiada pelo Gabinete de Turismo de Portugal, tendo o palácio sido convertido em bauzada (hotel estatal em edifício de interesse histórico). A renovação e renovação foram concluídas em 2009 pelo premiado arquiteto Gonzalo Byrne. Mais tarde, foi convertido em um hotel de luxo.

READ  "Sinto-me bem" O português Ronnie Lopez continua a avançar com o golo do PSG