A Planet Smart City está buscando levantar € 60 milhões em capital para acelerar os planos de negócios para construir habitações e bairros inteligentes a preços acessíveis, que incluem mais de 50 projetos inteligentes nos próximos três anos, totalizando cerca de 40.000 unidades habitacionais.

Desde a sua criação em 2015, a empresa levantou mais de 160 milhões de euros de 390 fundações e investidores privados. Os relatórios indicam que em 2021, o grupo registou receitas de cerca de 105 milhões de dólares (93 milhões de euros), o que é o dobro do valor de 2020 de 52 milhões de dólares.

Inclusão e sustentabilidade

A missão do Planet Smart City é combinar infraestrutura com inovação tecnológica e social para criar comunidades que respeitem as culturas locais e apoiem a inclusão e a sustentabilidade.

Esse modelo foi demonstrado no Brasil, onde quatro projetos estão em andamento e as primeiras famílias estão se mudando para seus bairros: Smart City Laguna; Cidade Inteligente Natal; Cidade Inteligente Aquiraz. E FIFA! Inteligente.

Em 2020, o negócio se expandiu para a Índia por meio de uma parceria com a Kolte Patil. Na Itália, a empresa coopera com os principais promotores imobiliários em vários projetos de habitação social inteligente.

“O desenho de novos empreendimentos imobiliários residenciais de grande porte caracteriza-se cada vez mais por uma abordagem multidisciplinar: inovação tecnológica, digitalização de serviços e soluções que potencializam a conectividade social”

A abordagem da Planet para a construção de comunidades está alinhada com altos padrões de sustentabilidade ambiental e social que podem ser medidos por meio de sua própria plataforma digital, o Planet App, que é disponibilizado gratuitamente a todos os moradores.

O aplicativo tem uma taxa de adoção de 70% em todos os seus projetos e visa proporcionar aos moradores mais conveniência e ajudá-los a economizar dinheiro e viver de forma mais sustentável.

By

Leave a Reply

Your email address will not be published.