Althahbiah

Informações sobre Portugal.

O curta “I Tudor” ganhou o Urso de Ouro em Berlim

DPN / Lusa, Arts & Lifestyle, Europe வில் 04-03-2021 17:53:00 · 0 Comentários

O filme “I Toure” da diretora moldava Olga Lukovnikova foi co-produzido com a Universidad Lusofona e ganhou o Prêmio Urso de Ouro de Melhor Curta-Metragem no Festival de Cinema de Berlim.

“Nanu Dodor” é um documentário de vinte minutos produzido no contexto pedagógico do projecto mestre europeu Docnomats, parte do qual é proveniente da Universidade de Portugal, Lusófona, com a Hungria e a Bélgica.

O filme, que estreou no Festival de Berlim esta semana, ganhou o primeiro lugar na competição de curtas, destacando a coragem e o talento do árbitro, enquanto a diretora Olga Lukovnikova filmava “O Problema do Trauma na Infância”. Olga Lukovnikova nasceu em 1991 na Moldávia, onde estudou cinema. Posteriormente, recebeu uma bolsa para uma joint venture entre Bélgica, Hungria e Portugal, o Docnomats Documentary Master Project.

Ele também é o diretor de outros quatro curtas-metragens que combinam o “estilo completamente observacional com elementos poéticos centrados nas emoções humanas” estudados na biografia apresentada por Berlinell. O concurso de curtas-metragens do Festival de Berlim contou ainda com o filme “Lus de Presenia” do realizador Diego Costa Amarante. Assim, o realizador português trabalhou no concurso em Berlim, quatro anos depois de receber o Urso de Ouro de Melhor Curta Metragem de 2017 por “Cidet Begwena”.

O 71º Festival de Cinema de Berlim desta semana, em modo virtual, só vai lançar a programação para especialistas, com sessões públicas suspensas até junho por causa da epidemia de Govt-19. A segunda parte do festival está agendada para os dias 9 a 20 de junho, com espectáculo oficial numa sala e com espectadores.



Artigos relacionados


Tópicos interativos, envie-nos seus comentários / opinião sobre este artigo.

READ  Portugal vive a 'maior contração da economia' da UE nos primeiros três meses de 2021