Althahbiah

Informações sobre Portugal.

O chinês Ai Weiwei revela galeria de arte em Portugal por adoção, Entertainment News

O dissidente chinês exilado Ai Weiwei disse que a pandemia do coronavírus, em vez de retardá-lo, o pressionou a fazê-lo, enquanto ele se prepara para abrir uma exposição de arte em Lisboa na sexta-feira.

“O tempo da pandemia é trágico para o mundo … mas para mim, pessoalmente, tive um período muito produtivo”, disse Ai, 63, em entrevista coletiva.

A exposição no Centro de Exposições da Corduria Nacional de Lisboa reúne cerca de 80 obras de Ai, o artista outrora preferido pelas autoridades chinesas que ajudaram a conceber o Estádio Olímpico Ninho de Pássaro em Pequim.

Mas o escultor, fotógrafo e diretor ofendeu o estado, especialmente quando criticou as autoridades pela forma como lidaram com o terremoto de Sichuan em 2008, que matou mais de 87.000 pessoas.

Ficou 81 dias detido em 2011 e acabou por partir para a Alemanha quatro anos depois, fixando-se finalmente no Alentejo, no sul de Portugal, em 2019.

“Bem-vindo ao meu país, Portugal”, disse Ay, numa antevisão do programa intitulado “Rapture”.

“Sinto-me confortável aqui”, disse Ai mais tarde à AFP. “Nem sempre é fácil de descrever.”

O curador Marcelo Dantas disse que a exposição revela duas facetas de Ai – suas “raízes culturais (e) o aspecto mais energético de seu trabalho”.

O show começa com uma das obras mais massivas de I, Forever Bicycles composta por centenas de bicicletas idênticas.

O visitante continua seus outros trabalhos simbólicos como o “Teto de Cobra” para homenagear as crianças que morreram em prédios escolares durante o terremoto de Sichuan.

Outra obra, “The Law of Voyage”, retrata um bote de borracha com dezenas de refugiados a bordo.

Os novos trabalhos incluem uma escultura de mármore de 1,6 metro (cinco pés) de altura de um rolo de papel higiênico, um aceno à pressa para a necessidade básica no início da pandemia de coronavírus do ano passado.

READ  Um brasileiro totalmente tatuado se transforma em um "orc" com presas falsas e língua rachada

A oferta vai até 28 de novembro.