Novas fotos de Boruto confirmam a chegada de Kara

Quando se trata de bandidos, Boruto está aumentando muito o jogo. Os fãs de mangá saberão para onde a história está indo com seus bandidos, mas o anime apenas começou a se desdobrar nessa web. Graças ao último arco do programa, os fãs tiveram uma boa idéia de como os bandidos Mujina podem ser aterrorizantes, e isso está prestes a ficar muito pior graças a uma certa gangue.

Então você foi avisado! Há spoilers abaixo para o episódio 151 de Boruto, juntamente com o mangá!

Os fãs revelaram o segredo quando o Animate publicou as primeiras fotos do próximo episódio de Boruto . O lançamento ajudará a encerrar o arco dos bandidos Mujina desde que Boruto finalmente chegou para enfrentar Shojoji cara a cara. A batalha desafiadora será um destaque para os fãs de anime, mas os leitores de mangá sabem que o vilão do arco está prestes a apresentar uma organização inteira no próximo fim de semana.

Sim, há outro Akatsuki à solta, mas esse novo grupo é conhecido como Kara. Há algum tempo, o anime provocou que há forças trabalhando nos bastidores para fazer algo desagradável, mas a sequência nunca se aprofundou no grupo. Muito parecido com o Akatsuki antes deles, os membros de Kara são vistos apenas quando absolutamente necessário, e parece que Shojoji está prestes a convocar sua presença de uma maneira ou de outra.

É claro que os leitores de mangá estão muito familiarizados com Kara e estão muito emocionados em ver a gangue. Pouco se sabe sobre o grupo, mas seus principais membros foram introduzidos em várias lutas até o momento. Parece que o anime está se preparando para apresentar Kashin Koji, entre outros, e estamos felizes em ouvi-lo! Agora, Boruto só precisa lidar com Shojoji para que todos possamos seguir para este evento principal.

Leia Também:

Stargirl da DC: Lança novo trailer intitulado de “Ajudante “

Rick e Morty Anuncia Data de Lançamento de Os Outros Cincos

Tom Holland revela que a produção de Uncharted foi encerrada

Sequela do Homem-Aranha da Sony atrasada devido a COVID-19