Brasil

Notícias

Enquanto o setor de mineração do Brasil deve ter um desempenho pior do que a economia geral este ano, um cenário diferente é esperado para 2022.

A contribuição da mineração para o PIB em 2021 deve crescer 2,68%, enquanto no próximo ano deve crescer 2,65%, segundo estudo da Confederação das Indústrias de Minas Gerais, FIMG.

O estudo mostrou que o PIB do Brasil cresceu cerca de 4,27% este ano, mas deve crescer apenas 0,31% em 2022.

Minas Gerais é o segundo estado mais importante do Brasil para a produção de mineração depois do Pará.

A mineração em Minas Gerais cresceu 16,1% este ano e deve crescer 6,51% em 2022, segundo o estudo.

O setor de mineração em Minas Gerais foi severamente afetado pelo rompimento de duas barragens de rejeitos, uma em 2015 e outra em 2019, o que obrigou as empresas envolvidas a interromper a produção por trimestres distintos.

Em novembro de 2015, a barragem de Fundão de rejeitos de minério de ferro da Samarco Mineração no complexo de Germano em Mariana se rompeu, destruindo duas aldeias, matando 19 pessoas e causando amplos danos ambientais.

A joint venture Vale-BHP suspendeu as operações do final de 2015 até dezembro de 2020, e a produção neste ano deve chegar a 7,7 milhões de toneladas, ou 26% da capacidade.

A Vale, cuja barragem de rejeitos Bromadinho no estado se rompeu em 2019, matando 259 pessoas, espera que a produção de minério de ferro atinja cerca de 335 milhões de toneladas em 2022, ante 320 milhões de toneladas esperadas para este ano.

Para continuar lendo, assine BNamericas para obter todas as informações deste artigo e acessar notícias e reportagens relevantes.

“class =” btn btn-lg btn__orange-light “> Demonstração gratuita

By

Leave a Reply

Your email address will not be published.