Althahbiah

Informações sobre Portugal.

Lucro líquido do Navigator de Portugal caiu 23% no primeiro trimestre após fechamentos

LISBOA (28 de maio) (Reuters) – A produtora portuguesa de celulose e papel Navigator reportou na sexta-feira uma queda de 23 por cento no lucro líquido do primeiro trimestre para 23,5 milhões de euros, uma vez que a demanda caiu devido ao intenso desligamento do coronavírus nos principais países de destino de suas exportações.

Navigator disse que as vendas caíram 16% para 340,8 milhões de euros nos primeiros três meses deste ano, mas permaneceram praticamente estáveis ​​em comparação com o trimestre anterior.

A empresa vende mais de 80% de seus produtos para 130 países em cinco continentes e o restante para clientes domésticos.

“O início de 2021 continuou a enfrentar sérios problemas com fechamentos intensos até o final do trimestre na maioria dos principais mercados do grupo”, disse a empresa em um comunicado que atingiu a demanda de papel na Europa e nos Estados Unidos.

Navigator disse que em 2020, as paralisações nesses mercados começaram a afetar as economias apenas no final do primeiro trimestre.

“Apesar do futuro incerto, a perspectiva para o próximo trimestre é de que haja melhora nos setores de celulose, papel e tissue conforme a economia (global) se recupere e os planos de vacinação sejam implementados”, disse Navigator.

EBITDA – O EBITDA foi de € 70,6 milhões, 20% inferior ao do primeiro trimestre do ano passado.

A margem operacional – EBITDA / Vendas – diminuiu para 20,7% no primeiro trimestre contra 22% no trimestre anterior e 21,8% no mesmo trimestre de 2020.

A Navigator disse que vai “continuar a trabalhar nas variáveis ​​que estão ao seu alcance”, ou seja, na gestão dos seus custos fixos e variáveis.

Os custos com fornecimentos e serviços de terceiros caíram para 89,4 milhões de euros no primeiro trimestre de 2021, em comparação com 109,5 milhões de euros no ano anterior. (Reportagem de Sergio Gonçalves; Edição de David Gregorio)

READ  As reservas de férias em Portugal vão "às alturas" - o país foi adicionado à lista verde de viagens