A empresa energética espanhola Iberdrola conectou a primeira unidade de energia na sua central hidroeléctrica e hidroelétrica do Tâmega, em Portugal.

O complexo do Tâmega é considerado uma das maiores instalações de armazenamento de energia da Europa e foi desenvolvido com um investimento de mais de € 1,5 bilhão ($ 1,67 bilhão).

É constituído pelas albufeiras de Gouvães, Daivõs e Alto Tâmega e por três centrais hidroeléctricas, com capacidade total de 1.158 MW, no rio Tâmega.

Em colaboração com o governo português, a Iberdrola sincronizou a primeira turbina de 220 MW da central hidroelétrica de Gouvães para permitir pela primeira vez a entrega de energia limpa à rede.

O complexo do Tmega tem capacidade para gerar 1.766 GWh por ano, suficiente para satisfazer as necessidades energéticas dos municípios vizinhos e das cidades de Braga e Guimarães.

Ainda este ano, as centrais de Gouvães e Daivões deverão entrar em pleno funcionamento e ajudar a bateria do Tâmega giga a fornecer energia limpa a dois milhões de lares portugueses por dia.

Conteúdo de nossos parceiros
Investimento verde: o que dá à Escócia múltiplas vantagens

Como Hengst ajudou a manter os

Como uma estação de energia evitou desligamentos frequentes com filtragem de ar em três estágios

Espera-se que a instalação do Alto Tomega seja comissionada em 2024.

Uma vez totalmente operacional, a infraestrutura terá capacidade para compensar 1,2 milhão de toneladas de emissões de dióxido de carbono por ano, reduzindo a dependência de combustíveis fósseis.

Em comunicado, a Iberdrola disse: “O desenvolvimento desta bateria gigante está impulsionando a atividade econômica e o emprego na região.

“Ao longo da fase de construção, foram gerados 3.500 empregos diretos e 10.000 indiretos, sendo 20% deles de municípios vizinhos.

“O projeto é abastecido por mais de 100 empresas, 75 das quais portuguesas.

“Este grande projeto de energia limpa destaca ainda mais o compromisso da Iberdrola com um modelo de energia sustentável, que começou há duas décadas.”

No início deste mês, a Iberdrola concordou em comprar 17 projetos solares fotovoltaicos localizados no Reino Unido, com mais de 800 MW de capacidade combinada.

A empresa adquirirá 12 dos projetos da Elgin Energy e os cinco restantes da Lightsource BP.

Empresas relacionadas

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.