Althahbiah

Informações sobre Portugal.

Governo brasileiro conclui concurso de integração em nuvem

O novo integrador de serviços de computação em nuvem do governo federal brasileiro foi escolhido após licitação para outras 20 empresas.

A Extreme Digital Solutions (EDS) apresentou a menor oferta no processo de licitação, no valor de 65,9 milhões de riais (US $ 12,3 milhões) para um contrato de dois anos que inclui integração de serviços em nuvem para agências do governo federal.

A proposta da EDS, selecionada na licitação da corretora de nuvem Claro-Embratel de 71,4 milhões de riais (US $ 13,3 milhões), inclui uma proposta de serviços fornecidos pela Amazon Web Services (AWS), Huawei e Google – RFP exigia pelo menos dois provedores de serviços Nuvem com data centers localizados no Brasil.

Esta é a segunda licitação lançada pelo governo brasileiro para serviços de nuvem pública após o primeiro exercício encerrado em 2018. O contrato de um ano ganho pela Claro foi de 30 milhões de reais ($ 5,6 milhões). O serviço começou a ser prestado em 2020 e atende a 26 instituições do governo federal.

Como a licitação vencedora foi anunciada no início de abril, o resultado vem sendo contestado pelas demais empresas envolvidas no processo competitivo: Claro, Globalweb, AX4B e Telefônica. Entre as afirmações das empresas, pode-se dizer que a EDS não possui as capacidades ou habilidades técnicas necessárias para fornecer serviços em nuvem ao governo federal. Todas as denúncias foram refutadas pelo governo, e a Secretaria de Compras do Ministério da Economia confirmou a decisão nesta terça-feira (27).

O concurso de integração em nuvem está relacionado à abordagem central adotada pelo governo brasileiro para suas compras de TI em 2019 em direção à sua meta de reduzir os gastos com tecnologia em 20% até 2022.

READ  Palestinian Authority. Department. OF LABOR to appeal unemployment payments to the PUA

No início deste ano, o governo brasileiro assinou um acordo com o Reino Unido para acelerar a transformação digital e a inovação em serviços públicos. No âmbito da parceria, o foco será colocado em aspectos como gestão de dados e acessibilidade, bem como planejamento e implementação de projetos de digitalização e compartilhamento de conhecimento.