Althahbiah

Informações sobre Portugal.

Fontes afirmam que o Brasil ainda planeja privatizar a estatal Eletrobras

BRASILIA / São Paulo (Reuters) – O governo brasileiro ainda planeja privatizar a estatal de eletricidade Eletrobras, apesar da saída de seu destacado presidente-executivo, que disse não ver necessidade de vontade política, disseram duas fontes nesta quinta-feira. Para vender o ativo.

Wilson Ferreira Jr. renunciou na segunda-feira ao cargo de CEO da Centrais Eletricas Brasileiras, como a Eletrobras é formalmente conhecida, para assumir a liderança da recém-privatizada empresa de distribuição de combustíveis Petrobras Distribuidora SA.

Sua saída afetou o preço das ações da Eletrobras e levantou questões sobre a meta do presidente Jair Bolsonaro de vender bilhões de dólares em ativos do estado.

No entanto, apesar da saída de Ferrera Jr., duas fontes disseram à Reuters que o governo ainda está comprometido com a venda da Eletrobras.

Um deles disse que o governo planeja prosseguir com a busca das aprovações legislativas necessárias para tornar a empresa especial após eleger uma nova liderança para o Congresso na próxima semana.

Sobre o projeto de lei, é preciso esperar a semana que vem pelas eleições. “Agora não adianta[negociar]”, disse uma das fontes familiarizadas com o plano.

Outra fonte disse que o governo estuda um novo projeto para encaminhá-lo ao Congresso.

A segunda fonte disse: “Eles estão trabalhando no texto do projeto apresentado no Congresso”.

Na noite de quarta-feira, a CNN Brasil informou que as autoridades estudam uma possível ação coercitiva, que incluirá a empresa no Programa Nacional de Desestatização (PND).

No entanto, essa ideia foi abandonada pelas fontes. A segunda fonte disse que atualmente os esforços estão concentrados no projeto de lei. “Este é o cenário atual.”

O Ministério da Economia não quis comentar, enquanto o Ministério de Minas e Energia não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

READ  Lucro do Santander Totta cai 43,9%

As ações da Eletrobras foram negociadas 2,6% mais altas na tarde de quinta-feira. (Preparado por Lisandra Paraguaso e Luciano Costa Edição por Margarita Choi)