O Fundo Monetário Internacional (FMI) revisou hoje para cima suas projeções para a Zona do Euro e a União Europeia (UE) em 2021, e agora espera um crescimento de 5,0% e 5,1%, respectivamente.

De acordo com os dados do World Economic Outlook, divulgados hoje, a economia da zona euro vai crescer 5,0% em 2021, mais 0,4 ponto percentual (pp) do que o esperado em julho, o mesmo que para toda a União Europeia, que regista a mesma revisão em alta (0,4 página) para 5,1%.

Quanto à previsão para 2022, mantém-se inalterada face a julho, quando o Fundo Monetário Internacional prevê que a zona euro cresça 4,3% e a União Europeia 4,4%.

Assim, a previsão do FMI é mais otimista do que a previsão da Comissão Europeia para 2021, que prevê um crescimento de 4,8% na zona euro, mas é mais pessimista por volta de 2022, com Bruxelas a indicar um crescimento de 4,5%, segundo as suas previsões de verão divulgadas. em julho.

Em relação às maiores economias do bloco europeu, o Fundo Monetário Internacional revisou sua previsão de crescimento para a Alemanha em 0,5 ponto percentual para 2021 e aumentou no mesmo percentual para 2022 (3,1% e 4,6%, respectivamente).

Quanto à França, a previsão do FMI subiu 0,5 ponto para 6,3% este ano, mas caiu 0,3% para 3,9% em 2022.

A Itália deve crescer 5,8% este ano, uma revisão para cima de 0,9 ponto percentual da previsão do Fundo Monetário Internacional em julho, e deve desacelerar o ritmo de crescimento para 4,2% em 2022, uma previsão consistente.

No que diz respeito à economia espanhola, o Fundo Monetário Internacional revisou para baixo a projeção para julho em 0,5 ponto percentual, e agora espera crescer 5,7% este ano, mas elevou a projeção para o próximo ano para 6,4%, além de 0,6 pontos percentuais do que foi declarado. acima.

By

Leave a Reply

Your email address will not be published.