Cinquenta e cinco anos depois de jogar seis partidas consecutivas em Wembley para vencer a Copa do Mundo de 1966, a Inglaterra poderia jogar mais seis partidas no famoso estádio do Campeonato Europeu deste ano.

Nove das 24 equipes no torneio adiado receberão partidas, mas nenhuma cidade tem mais partidas na mesa do que Londres.

As três partidas da Inglaterra no Grupo D serão disputadas no Estádio de Wembley, e eles podem permanecer na cidade pelas oitavas de final se terminar em primeiro. De lá, a equipe pode seguir para Roma para as quartas-de-final e, em seguida, possivelmente voltar a Wembley para as semifinais e finais.

Até então, as autoridades esperam preencher mais de um quarto das 90.000 cadeiras se a situação do coronavírus melhorar.

Cinco outras equipes também jogarão todas as suas partidas da fase de grupos em casa, incluindo as três vezes campeãs da Alemanha e da Espanha em Munique e Sevilha, respectivamente. A Itália também disputará partidas da primeira fase em Roma, a Holanda ficará em Amsterdã e a Dinamarca sediará suas partidas em Copenhague.

Esses jogos na capital dinamarquesa dariam aos campeões europeus de 1992 um impulso para os jogos do Grupo B contra Bélgica, Finlândia e Rússia, que chegaram às semifinais da Copa do Mundo.

Hungria (Budapeste), Rússia (São Petersburgo) e Escócia (Glasgow) jogam suas partidas da fase de grupos em casa.

Em tese as nove equipes levam vantagem por disputar pelo menos algumas partidas em casa, mas isso vai mudar caso avancem.

Os italianos abrirão o torneio no Stadio Olimpico contra a Turquia no dia 11 de junho, depois enfrentam Suíça e País de Gales. Mas vencer o grupo ou mesmo terminar em segundo mantém os azzurri longe de sua terra natal.

https://www.youtube.com/watch?v=7hrZW-jZApA

Da mesma forma, o resto dos anfitriões vão para a estrada para a 16ª rodada – com a possível exceção da Inglaterra.

O grupo mais difícil parece ser o Grupo Seis, que inclui França, Alemanha, Portugal e Hungria. Alemanha e Hungria serão as cidades-sede, e os jogos em casa contra a campeã mundial França e Portugal, detentor do título, podem ser fundamentais.

Não há dúvida de que as nações anfitriãs obtêm algum tipo de impulso nos torneios principais, mas nunca houve um apoio tão generalizado como o evento deste ano. Além disso, ser anfitrião não é garantia de sucesso final. O último time a sediar e vencer o Campeonato Europeu foi a França em 1984, quando Michel Platini controlava o meio-campo e marcava gol após gol.

https://www.youtube.com/watch?v=oHz4h7hiPgo

Outros chegaram perto, incluindo a França, que chegou à final novamente há cinco anos, e Portugal, que chegou até aqui em 2004. Alemanha Ocidental, Suécia, Inglaterra e Holanda chegaram às semifinais como anfitriã ou co-anfitriã.

A França foi, por acaso, a última anfitriã da Copa do Mundo a conquistar o título em casa, em 1998.

By Dinis Vicente

"Nerd de TV. Fanático por viagens. Fanático por mídia social aspirante. Defensor do café. Solucionador de problemas."

Leave a Reply

Your email address will not be published.