Entergy conclui venda de Vermont Yankee para a NorthStar

A Entergy Corporation (NYSE: ETR) completou nesta sexta-feira (11), a venda da Entergy Nuclear Vermont Yankee para NorthStar Group Services, que desativará o site da Central Nuclear de Vermont Yankee.

A conclusão da venda é um passo importante em direção ao desmantelamento seguro, oportuno e eficiente de Vermont Yankee, e é um resultado positivo para a cidade de Vernon, Windham County, o estado de Vermont e outras partes interessadas. Além disso, a Entergy está progredindo em sua estratégia corporativa de sair do negócio de energia nuclear comercial. A venda é a primeira do seu tipo no setor de energia nuclear – uma propriedade permanente e transferência de licença para uma empresa que está programada para executar a desativação oportuna e eficiente e a restauração do local.

A equipe de descomissionamento da NorthStar inclui a Orano USA (segmentação de vasos de reatores e suporte ao gerenciamento de combustível usado), Especialistas em Controle de Resíduos (gerenciamento de resíduos, embalagem, transporte e descarte) e Burns & McDonnell (suporte de engenharia e regulatório).

Entergy e NorthStar anunciaram o contrato de venda em novembro de 2016. A Comissão de Utilidade Pública de Vermont em 6 de dezembro de 2018 emitiu uma ordem aprovando a venda do Entergy Nuclear Vermont Yankee e um Certificado de Bens Públicos emendado que autoriza a NorthStar a possuir, possuir as licenças para e o desmantelamento de Vermont Yankee. A Comissão Reguladora Nuclear dos EUA em 11 de outubro de 2018 aprovou a transferência das licenças de operação do Vermont Yankee para a NorthStar.

A transação foi fechada em termos consistentes com os compromissos financeiros e garantias divulgados anteriormente pelas empresas, e nenhuma contribuição para a confiança no desmantelamento nuclear foi necessária. Para a Entergy, a transação resultará em uma cobrança de livro antes dos impostos sobre os ganhos em um valor que a empresa espera que seja consistente com as estimativas divulgadas anteriormente. A carga estimada será registrada no quarto trimestre de 2018 e será considerada um item especial e excluída dos resultados operacionais.