Dimitri van den Berg deu um show de finalização excelente na disputa de pênaltis, com o vencedor ganhando tudo com Johnny Clayton por uma vaga nos playoffs da Premier League em Milton Keynes.

O belga de 26 anos fez uma fuga de quatro mãos, três delas em suas últimas cinco partidas, para empatar por 7-7 com James Wade.

Wade parecia que estava no comando em 5-2, mas precisava terminar em 121 para rolar para frente em 7-6, apenas para ver Van Den Bergh melhor do que ele com 130 flexões em Taurus para reivindicar um ponto e definir até um confronto com o colega novato Clayton quinta à noite.

Ele disse à Sky Sports: “Este ponto hoje significa muito. Eu amo Johnny até os pedacinhos, ele é um dos melhores caras que conheço nos dardos. Esse cara é brilhante. Eu amo Johnny Clayton em pedacinhos.”

“Mas amanhã seremos inimigos. Temos que fazer o trabalho. Quero ser um vencedor – 7-7 não será bom o suficiente.”

O empate de Van den Berg acabou com as esperanças de Peter Wright de chegar aos quatro primeiros, apesar dos escoceses terem se antecipado para uma luta excelente para vencer Clayton.

O campeão mundial de 2020, que largou esta noite em sexto lugar, caiu 5-2 na Arena Marshall e teria sido pior se ele não tivesse perdido sua dupla adversária tanto no oitavo quanto no nono.

Wright aproveitou ao máximo, perdendo seis seguidas, a quarta ao nocautear 161, para marcar uma vitória de 8-5 e dois pontos, no processo para garantir a Nathan Espinal e José de Souza seu lugar nas semifinais ao longo. Com Michael Van Gerwen.

Espinal precisou manter os nervos para evitar a derrota para Gary Anderson no final da partida por 7 a 7.

O inglês assumiu uma vantagem de 3-1 e, depois que o escocês triunfou no trote, por 6-4, a finalização em 112 fez Anderson liderar por 7-6, apenas para ser empatado novamente depois que Thor perdeu por 129 corridas. Espinall manteve suas chances no topo da tabela.

No entanto, o capitão Van Gerwen permaneceu no centro das atenções após a difícil vitória por 8-6 sobre De Souza.

Os portugueses marcaram no máximo seis vezes em um torneio que incluiu dardos na abertura de oito mãos, mas se viu contra isso depois que o holandês fez uma vantagem de 7-4.

De Sousa levou-a para a 14ª posição com 11 apostas e depois falhou o double top com duas flechas para somar um ponto e Van Gerwen não precisou de uma segunda chamada.

By Dinis Vicente

"Nerd de TV. Fanático por viagens. Fanático por mídia social aspirante. Defensor do café. Solucionador de problemas."

Leave a Reply

Your email address will not be published.