A esperança irlandesa de conseguir um terceiro barco para os Jogos Olímpicos de Tóquio chegou ao fim após o último dia de regata de qualificação em Portugal.

Sob as condições de vento, o olímpico carioca Finn Lynch teve a melhor chance de garantir outra vaga para a Irlanda nos Jogos.

No entanto, o Lynch foi um dos 14 barcos desclassificados das nove regatas do evento após várias tentativas da equipe de regata para lançar o Golden Navy de 70 barcos.

Como Lynch usou sua rejeição em uma corrida para uma desqualificação anterior no evento anterior, ele agora está calculando o número máximo de pontos que o excluiria da controvérsia por uma vaga olímpica.

No entanto, de acordo com James O’Callaghan, Diretor de Performance da Irish Sailing, Lynch e a organização irlandesa já estão de olho na França há três anos.

“Finn e toda a equipe trabalharam muito duro, por isso foi muito difícil não obter resultados”, disse O’Callaghan. “Isso não vai nos tornar uma equipe ruim da noite para o dia, mas precisamos explorar tudo o que aconteceu e aplicar esse aprendizado à campanha do Paris 2024”.

Lynch terminou em 23º na segunda regata do dia e vai competir com outros barcos irlandeses nas regatas finais no sábado.

Em outro lugar, Evan McMahon está classificado em 37º e 47º no dia e 51º no geral, enquanto Liam McLean está em 47º e 50º e 59º no último dia.

Dois barcos já se classificaram para Tóquio 2020 na Irlanda: Murphy para anunciar o evento individual feminino e Rob Dixon com Sean Vadillo na competição de patinação masculina.

By Dinis Vicente

"Nerd de TV. Fanático por viagens. Fanático por mídia social aspirante. Defensor do café. Solucionador de problemas."

Leave a Reply

Your email address will not be published.