A despesa das famílias na UE caiu 8% em 2020 face a 2019, com Portugal a registar a 6ª maior queda.

Portugal regista 6º A maior queda.

Em 2020, ano marcado pelo início súbito da epidemia Govt-19, os gastos de consumo das famílias na União Europeia (UE) caíram 8% em relação ao ano anterior. De acordo com os dados mais recentes do Eurostat, Portugal registou a sexta maior diminuição das despesas domésticas da UE, com uma diminuição anual menos pronunciada do que em Portugal (12%).

De acordo com o European Bureau of Statistics, a queda de 8% nos gastos das famílias é a maior redução anual desde o início da série, com todos os países da UE registrando uma queda nos gastos das famílias, com Malta liderando o ranking (22%). Os próximos da lista são a Croácia, Espanha e Grécia (todos com 16%) e Chipre (cerca de 14%), seguidos por Portugal.

Abaixo da tabela, ou seja, com uma ligeira queda do consumo interno em 2020, estão a Eslováquia e a Dinamarca (cerca de 2%) e a Lituânia e a Polónia (cerca de 3%).

Esses custos incluem eletricidade, água, gás e abrigo, alimentação e bebidas, transporte e despesas culturais.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.