Exemplos: Pequim movimentava minério de ferro, aumentando a oferta e reduzindo a produção de aço do país. Um terço dos bens produzidos no Brasil são destinados à China (Imagem: Reuters/David Gray)

país chave a seguir, China Deve ser um ponto de interesse para os investidores, pois o país asiático experimentará uma desaceleração econômica em 2022, o que pode ter repercussões reais aqui em Brasil.

O Banco Mundial espera que neste período, Crescimento do PIB da China em 5,1%É inferior ao resultado esperado de 8% para 2021. Há muitos fatores para isso.

de acordo com investimentos em terra, a China enfrenta alta inflação com preços mais altos bens. O país é um grande comprador dessa categoria de produtos, respondendo por 18% do PIB mundial.

“O Brasil está acompanhando esse desempenho com atenção, Um terço dos bens que produzimos são exportados para a China”, destaca o analista Regis Chinchilla.

Nesse cenário, soja, minério de ferro, petróleo, algodão e proteína animal estão na berlinda.

Em um esforço para conter a inflação e por razões ambientais, Pequim deu passos nesse sentido minério de ferro e metais preciosos no segundo semestre do ano passado.

“O governo chinês tem usado medidas como liberar parte de suas reservas de petróleo para aumentar a oferta e reduzir a produção de aço do país”, disse o analista.

Isso desacelerou a economia chinesa e afetou as perspectivas para 2022. No caso específico do petróleo bruto, deixando o Vale (VALE3) em um ponto de inflexão.

By

Leave a Reply

Your email address will not be published.