O ministro de Estado e das Finanças, João Lião, disse que os dados sobre o crescimento do PIB no terceiro trimestre “reforçam a confiança de que Portugal continuará a crescer acima da média europeia nos próximos anos”.

Em comunicado, o gabinete de João Lião começou a destacar um crescimento do PIB de 4,2 por cento no terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior e de 2,9 por cento na série divulgada pelo Instituto Nacional. As Estatísticas (INE) estão “bem acima da média da zona euro (3,7 por cento em termos homólogos e 2,2 por cento trimestralmente)”.

Em comparação com o trimestre anterior, “Portugal apresenta a terceira maior taxa de crescimento entre os países da zona euro”, impulsionada pela procura externa líquida, que apresentou uma forte recuperação no terceiro trimestre, acrescenta o gabinete.

Quanto ao ministro das Finanças, citando o comunicado, “os dados divulgados reforçam a confiança de que Portugal continuará a crescer acima da média europeia nos próximos anos, permitindo que o nível de bem-estar dos portugueses seja igual ao de outros países europeus”.

O escritório observa que os dados divulgados na estimativa rápida do Instituto Nacional de Estatísticas estão “em linha com a previsão de crescimento de 4,8% em 2021 apresentada na proposta de orçamento do Estado para 2022”.

O ministério salienta que “o nível de vacinação que atingiu, bem como os indicadores avançados, como compras e levantamentos em multibanco efetuados por estrangeiros, indicam a continuação de uma forte recuperação até ao final do ano”.

O ministério destacou ainda no documento que “este é o segundo trimestre consecutivo em que a economia portuguesa cresce acima da média europeia, retomando a convergência com a zona euro que existia até à pandemia”.

By

Leave a Reply

Your email address will not be published.