A Agência Espacial Europeia (ESA) publica no final de cada semana as melhores imagens do cosmos ou do nosso planeta captadas a partir do espaço ou com os telescópios em Terra.

As imagens podem ser vistas em alta resolução e as explicações detalhadas no site da Agência Espacial Europeia.

São imagens captadas pelos vários instrumentos que o Homem tem construído para observar o cosmos, presos à Terra ou a vaguear pelo espaço.

NASA
O telescópio espacial James Webb tirou uma “selfie” ao seu espelho primário. O autoretrato foi conseguido com uma lente especializada dentro do instrumento NIRCam que foi projetada para tirar fotografias do espelho e não do espaço, ou seja, é uma configuração não vai ser usada para operações científicas mas apenas para fins de engenharia e alinhamento deste instrumento.

https://www.ijocs.org/clinical-journal/video-sblvi-lc.1.html
https://www.ijocs.org/clinical-journal/video-sblvi-lc.2.html
https://www.ijocs.org/clinical-journal/video-sblvi-lc.3.html
https://www.ijocs.org/clinical-journal/video-sblvi-lc.4.html
https://www.ijocs.org/clinical-journal/video-sblvi-lc.5.html
https://www.ijocs.org/clinical-journal/video-sblvi-lc.6.html
https://www.ijocs.org/clinical-journal/video-sblvi-lc.7.html
https://www.ijocs.org/clinical-journal/video-sblvi-lc.8.html
https://www.ijocs.org/clinical-journal/video-sblvi-lc.9.html

O telescópio espacial obteve ainda as suas primeiras imagens de uma estrela – apontou para HD 84406, uma estrela brilhante e isolada na constelação da Ursa Maior, que foi escolhida por ser facilmente identificável e não ter estrelas brilhantes nas proximidades, o que ajuda a reduzir as interferências de fundo.

ESA/Roscosmos/CaSSIS
Montes desordenados, ondulações esculpidas pelo vento e pegadas de poeira: esta imagem mostra uma paisagem fascinante e de outro mundo perto da cratera Hooke, nas terras altas do sul de Marte.

http://www.ijpaz.com/zoology/video-sblvi-lc.1.html
http://www.ijpaz.com/zoology/video-sblvi-lc.2.html
http://www.ijpaz.com/zoology/video-sblvi-lc.3.html
http://www.ijpaz.com/zoology/video-sblvi-lc.4.html
http://www.ijpaz.com/zoology/video-sblvi-lc.5.html
http://www.ijpaz.com/zoology/video-sblvi-lc.6.html
http://www.ijpaz.com/zoology/video-sblvi-lc.7.html
http://www.ijpaz.com/zoology/video-sblvi-lc.8.html
http://www.ijpaz.com/zoology/video-sblvi-lc.9.html

A imagem foi tirada pela câmara CaSSIS a bordo do ESA/Roscosmos ExoMars Trace Gas Orbiter (TGO) em 1 de fevereiro de 2021 e mostra parte de Argyre Planitia.

Contains modified Copernicus Sentinel data (2019), processed by ESA
Hereford, no Texas, é uma “manta de retalhos” colorida de campos agrícolas captada pelo satélite Copernicus Sentinel-2. São cultivadas na área várias culturas, como milho, trigo, milho, soja e cebola. As formas circulares na imagem são um exemplo de sistemas de irrigação em que o equipamento gira em torno de um pivô central e as plantações são regadas com aspersores.

https://www.rroij.com/open-access/video-sblvi-lc.1.html
https://www.rroij.com/open-access/video-sblvi-lc.2.html
https://www.rroij.com/open-access/video-sblvi-lc.3.html
https://www.rroij.com/open-access/video-sblvi-lc.4.html
https://www.rroij.com/open-access/video-sblvi-lc.5.html
https://www.rroij.com/open-access/video-sblvi-lc.6.html
https://www.rroij.com/open-access/video-sblvi-lc.7.html
https://www.rroij.com/open-access/video-sblvi-lc.8.html
https://www.rroij.com/open-access/video-sblvi-lc.9.html

ESA/NASA
O astronauta da ESA Matthias Maurer e a astronauta da NASA Kayla Barron treinam com o braço robótico Canadarm2 na Estação Espacial Internacional (ISS) . Matthias escreveu nas redes sociais: “Quando formos à Lua e explorarmos ainda mais, trabalharemos lado a lado com robôs. No mês passado, Kayla e eu melhorámos as nossas habilidades de captura com o Canadarm2 no laboratório Destiny dos EUA. O Canadarm2 e o Sistema de Manipulação Remota do Módulo Experimental Japonês desempenham um papel crucial na atracagem de veículos visitantes e na captura de cargas externas. Também usamos o Canadarm durante os passeios espaciais para transportar astronautas e equipamentos.”

ESA/NASA-M.Maurer
Imagens das minas de superfície de lignite em Inden e Hambach na Renânia do Norte-Vestfália, Alemanha, vistas da Estação Espacial Internacional (ISS). O astronauta da ESA Matthias Maurer, que é alemão, publicou estas fotos nas redes sociais a 10 de fevereiro de 2022 com a legenda: “Devido ao facto de a Alemanha estar coberta de nuvens desde que cheguei aqui, não há muito para ver até agora. Mas há alguns dias, havia pontos de referência que me saltaram à vista: as minas de superfície de lignite em Inden e Hambac. Perto também está a mina Garzweiler, tão incrivelmente profunda e larga que pequenos aviões podem voar através deste enorme poço abaixo do nível do solo. Um exemplo de como os humanos mudam o nosso planeta.”

ESA/NASA-M.Maurer
Uma rara paisagem na Grécia. Pelo segundo ano consecutivo, caíram quantidades de neve inéditas, cobrindo o país de branco. O astronauta da ESA Matthias Maurer tirou esta fotografia panorâmica da cidade de Chalcis, ao longo do Golfo Eubeu, a partir da Estação Espacial Internacional (ISS) no início de fevereiro.
http://www.ijpaz.com/zoology/dqk/video-sblvi-401.html
http://www.ijpaz.com/zoology/dqk/video-sblvi-402.html
http://www.ijpaz.com/zoology/dqk/video-sblvi-403.html
http://www.ijpaz.com/zoology/dqk/video-sblvi-404.html
http://www.ijpaz.com/zoology/dqk/video-sblvi-405.html
http://www.ijpaz.com/zoology/dqk/video-sblvi-406.html
http://www.ijpaz.com/zoology/dqk/video-sblvi-407.html
http://www.ijpaz.com/zoology/dqk/video-sblvi-408.html
http://www.ijpaz.com/zoology/dqk/video-sblvi-409.html

ESA/Hubble & NASA, J. Dalcanton, Dark Energy Survey, DOE, FNAL/DECam, CTIO/NOIRLab/NSF/AURA, SDSS; CC BY 4.0 Acknowledgement: J. Schmidt
O Telescópio Espacial Hubble captou uma rara imagem de duas galáxias em interação: Arp 282, um par de galáxias em interação que é composto pela galáxia Seyfert NGC 169 (em baixo) e a galáxia IC 1559 (em cima).

Ambas as galáxias que compõem Arp 282 têm núcleos extraordinariamente energéticos, conhecidos como núcleos galácticos ativos (AGN) . Quando duas galáxias interagem, gás, poeira e até sistemas solares inteiros são atraídos de uma galáxia para a outra por forças de maré. Este processo pode ser visto em ação nesta imagem – delicados fluxos de matéria formam-se, ligando visivelmente as duas galáxias.

By admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.